Deuxieme


quarta-feira, janeiro 14, 2009

Melhor Filme Estrangeiro - Finalistas.

Eis os nove finalistas na categoria de Melhor Filme Estrangeiro. O comité da AMPAS ainda reduzirá a lista para cinco, lista essa que só ficaremos a conhecer a 22 de Janeiro, dia em que forem anunciados os nomeados para os Oscar. A grande surpresa, para já, é a exclusão de Gomorra. Para muitos, o grande favorito à vitória final. Pelo menos, candidato a baralhar as contas de Waltz With Bashir e The Class. The Edge of Heaven e A Christmas Tale também ficaram de fora, o que já fez correr muita tinta. A verdade é que a Academia de Hollywood tem de rever rapidamente os parâmetros de elegibilidade para esta categoria. Caso contrário, só podemos partir do princípio que estão a marimbar-se para este galardão. O chato é que a maioria das pessoas que assiste aos Oscar, por mais estranho que pareça, não é norte-americana, e preocupa-se minimamente com esta categoria. Por exemplo, não tem grande lógica cada país só poder submeter um título. Veja-se, sobretudo, o caso da França, que ano após ano tem uma dor de cabeça terrível quando chega a altura de descartar um potencial vencedor. Enfim, é favor reavilar este e outros critérios, não vá o pessoal começar a achar que esta categoria é um frete para a AMPAS. Desejando ardentemente que Portugal não tarde a entrar nestas andanças, aqui fica a lista:

3 Monkeys (Nuri Bilge Ceylan — Turkey)
The Baader Meinhof Complex (Uli Edel — Germany)
The Class (Laurent Cantet — France)
Departures (Yojiro Takita — Japan)
Everlasting Moments (Jan Troell — Sweden)
The Necessities of Life (Benoit Pilon — Canada)
Revanche (Gotz Spielmann — Austria)
Tear This Heart Out (Roberto Sneider — Mexico)
Waltz with Bashir (Ari Folman — Israel)

E, já agora, porque se fala de Waltz with Bashir neste post, nada melhor do que salientar o aviso justificado de Luís Salvado no último número da Premiere “Não vai ver outro filme como este tão cedo”. Garantido.

Bruno Ramos

2 Comments:

Anonymous I said...

Oh my God... Gomorra de fora?! Mas como é possivel cometerem esta atrocidade? Estou mesmo muito triste. :( O filme está realmente bom.

14 de janeiro de 2009 às 20:40  
Blogger Tiago Ferreira said...

tal como disse á alguns dias, Waltz With Bashir pode surpreender e se acontecer, para mim e claro para quem viu o filme, (pois muitos ainda não viram)não será nenhuma surpresa pois trata-se de algo verdadeiramente diferente, uma história muito bem contada e com uma animação fora do comum, um filme de facto extraordinário

15 de janeiro de 2009 às 10:16  

Enviar um comentário

<< Home

Menu Principal

Home
Visitantes
Website Hit Counters

CONTACTO

deuxieme.blog@gmail.com

Links

Descritivo

"O blogue de cinema"

  • Estreias e filmes em exibição
  • Próximas Estreias
  • Arquivos

    Outubro 2006 Novembro 2006 Dezembro 2006 Janeiro 2007 Fevereiro 2007 Março 2007 Abril 2007 Maio 2007 Junho 2007 Julho 2007 Agosto 2007 Setembro 2007 Outubro 2007 Novembro 2007 Dezembro 2007 Janeiro 2008 Fevereiro 2008 Março 2008 Abril 2008 Maio 2008 Junho 2008 Julho 2008 Agosto 2008 Setembro 2008 Outubro 2008 Novembro 2008 Dezembro 2008 Janeiro 2009 Fevereiro 2009 Março 2009 Abril 2009 Maio 2009 Junho 2009 Julho 2009 Agosto 2009 Setembro 2009 Outubro 2009 Novembro 2009 Janeiro 2010 Fevereiro 2010 Março 2010 Abril 2010 Maio 2010 Junho 2010 Julho 2010 Setembro 2010 Outubro 2010 Novembro 2010 Dezembro 2010 Janeiro 2011 Fevereiro 2011

    Powered By





     
    CANTINHOS A VISITAR
  • Premiere.Com
  • Sound + Vision
  • Cinema2000
  • CineCartaz Público
  • CineDoc
  • IMDB
  • MovieWeb
  • EMPIRE
  • AllMovieGuide
  • /Film
  • Ain't It Cool News
  • Movies.Com
  • Variety
  • Senses of Cinema
  • Hollywood.Com
  • AFI
  • Criterion Collection