Deuxieme


quinta-feira, fevereiro 19, 2009

Previsões - Secundários.

Já aqui espreitámos as categorias de Melhor Montagem, Fotografia, Argumento Original e Argumento Adaptado. Slumdog Millionaire parece bem lançado para três delas. A outra pode cair para qualquer um dos lados – Milk e Wall-E, porém, os mais prováveis. Hoje, a boa nova é que a película de Danny Boyle não entra para estas contas. Porque todos os filmes são filhos de Deus.

A seguir à categoria de Melhor Argumento Original, a de Melhor Actriz Secundária, logo a abrir o certame, é uma das mais antecipadas. Categoria virada do avesso, a partir do momento em que Kate Winslet e a sua Hanna Schmitz saltaram para o Oscar de Melhor Actriz. Durante grande parte da temporada, acreditámos que Winslet teria uma palavra a dizer nesta categoria – a actriz chegou a vencer nos Screen Actors Guild e Globos de Ouro. No entanto, a vaga ficou em aberto, e a confusão tornou-se ainda maior. A corrida está mais do que em aberto, e avançar uma favorita requer duas colheres de sopa de audácia, uma colher de chá de imbecilidade, e um raminho de arbitrariedade dissimulada. No entanto, somos obrigados – O Homem está condenado a ser livre, Jean-Paul Sartre – a colocar Penélope Cruz nesse patamar mais elevado. A actriz espanhola venceu nos BAFTA e na National Board of Review. Acumulou vitórias em diversos círculos de críticos, entre os quais, Los Angeles, Nova Iorque e Boston. Contudo, ser a única nomeação de Vicky Cristina Barcelona não joga a seu favor. Viola Davis, que tem direito a um quarto de hora em Doubt – doze minutos, para sermos mais precisos –, ganhou o prémio revelação da National Board of Review. E, a menos de uma semana da cerimónia, o seu nome é o mais falado. Davis chegou, viu e venceu. A AMPAS gosta disso. Amy Adams, também em Doubt, parece ter menos hipóteses que Davis. Contudo, Adams tem vindo a ganhar apoiantes nas últimas semanas. A sua Irmã James tem sido visto como o desempenho menos teatral dos quatro principais. E, Adams aparece aqui num registo mais dramático que o habitual, o que poderá valer-lhe alguns votos. Quanto a Taraji P. Henson, poderemos dizer que não nos surpreenderia se a actriz que, há três anos, partilhou o palco com os Three Six Mafia, levasse o Oscar para casa. Se Slumdog Millionaire limpar todas as categorias em que estiver presente, esta será a melhor maneira de recompensar The Curious Case of Benjamin Button. A campanha em torno do filme parece ter percebido isso mesmo, e Taraji P. Henson, única nomeada numa película na corrida para o Oscar de Melhor Filme, é a primeira grande aposta para um Oscar. Por último, Marisa Tomei, em The Wrestler. Em 1992, muitas moscas entraram milhões de boquiabertos que, estupefactos, não queriam acreditar na sua vitória por My Cousin Vinny. Muitos ainda não recuperaram. Um segundo Oscar, por mais merecido que fosse, despertaria velhos fantasmas.

A categoria de Melhor Actor Secundário, por sua vez, é uma das mais previsíveis da noite. Quiçá, apenas ultrapassada pela de Melhor Filme de Animação. Neste caso, comecemos pela outra ponta. Philip Seymour Hoffman, por Doubt, é aquele que terá menos hipóteses. Já com um Oscar no currículo, ainda para mais recente, a Academia não terá disposição para presenteá-lo já com um segundo. O actor terá certamente novas oportunidades para regressar ao Kodak Theater com trabalhos ainda mais consistentes. Michael Shannon, por Revolutionary Road, venceu nos Satellite Awards. No entanto, ainda não conseguimos compreender os objectivos deste galardão. São um barómetro, ou apenas uma diversão? Não deixa de ser um prémio relevante. Contudo, a Academia deverá achar que a nomeação é suficiente. Josh Brolin, por Milk, venceu na National Board of Review e no círculo de Nova Iorque. Dois bons indicadores. Robert Downey Jr. mostrou-nos que é possível ser-se nomeado por um papel meramente cómico – Agora?, terá dito Jim Carrey. O actor teve um ano soberbo, e o triunfo seria a cereja no topo do bolo. No entanto, acreditamos que o último a rir será The Joker. Quase que metemos as mãos no fogo por Heath Ledger. O actor venceu nos Globos de Ouro, BAFTA, Screen Actors Guild, e nos círculos de Boston, Los Angeles, Central Ohio, Chicago, Florida, Kansas, Las Vegas, Phoenix, São Francisco e Toronto. A vitória não fugirá.

Bruno Ramos

9 Comments:

Blogger Passenger said...

Gosto muito da Marisa Tomei, mas realmente não deve ganhar novo Oscar. Inclino-me mais para a Penelope Cruz, que seria uma vitória merecida.

A confusão quanto à nomeação da Kate Winslet é ridícula, realmente parece que o papel dela é demasiado pequeno e custa-me a crer que ela não pudesse ser nomeada por Revolutionary Road. Deviam ter feito a escolha correcta, agora se ela ganhar vão haver críticas (como já houve de Kristin Scott Thomas) e se ela perder vão haver críticas porque ela já devia ter ganho um.

19 de fevereiro de 2009 às 13:05  
Anonymous César said...

Concordo em muito com Bruno Ramos quando diz que o salto de Kate Winslet para melhor actriz principal por "The Reader" virou do avesso a categoria de melhor secundária. Maria Tomei de facto parece aquela que está mais longe do galardão, se bem que, não podemos de modo algum dizer que seja uma actriz longe de merecer um Oscar: recordemos o fantástico papel (que lhe valeu a segunda nomeação) por "In The Bedroom". A grande injustiça seria mesmo que Penélope Cruz saísse do Kodac Theatre com o Oscar na mão, porque depois de ver Vicky Cristina Barcelona (uma obra medíocre) 3 vezes para poder entender porque raios (passe-se a expressão) está esta rapariga nomeada, e continuo sem entender. Seria um insulto, tanto para Viola Davis como para Amy Adams, que a espanhola saísse vencedora. Continuo a acreditar que os 12 minutos de Davis lhe vão valer o galardão, sendo que, se não for o caso, se ele fosse cair às mãos de Adams também ficaria muito bem entregue. Além disso, a AMPAS premiar dois espanhóis em anos consecutivos parece-me altamente improvável (a grande diferença é, de facto, que Javier Barden merecia o prémio. Na categoria de secundário a coisa parece muito óbvia: Heath Ledger sairá vencedor, e é o justo. Caso tal não aconteça parece-me que Josh Brolin seria o candidato mais digno pelo seu excelente trabalho em "Milk".

19 de fevereiro de 2009 às 13:39  
Anonymous Paulo said...

Caro Passenger, o que aconteceu a Winslet é que ela tem dois papéis principais este ano (sim, em The Reader ela é a protagonista) e provavelmente teve votos suficientes para ser nomeadas pelos 2 papéis, mas como as regras da academia não permitem duas nomeações na mesma categoria e a sua eleição pelo The Reader atingiu 1º os tais 200 e tal votos, ficou nomeada por este. Quanto a Scott-Thomas, ela criticou o facto de terem nomeado Winslet por secundaria, e não no sítio onde ela deveria estar, que é a categoria principal. No entanto, isto também me cheira um bocado a ressabianismo, pelo facto de não ter conseguido a nomeação por Il y a longtemps que je t'aime. Quanto à categoria feminina secundária, apesar de Tomei já ter um Oscar, eu votaria nela. Davis tem um grande desempenho, mas seria injusto votar nela e não em Adams, que tem uma interpretação mais presente e forte em Doubt.

19 de fevereiro de 2009 às 16:57  
Blogger cátia said...

a minha aposta pra melhor atriz secundária vai para taraji p. henson.
se penelope ganha é uma atrocidade aquele papel ta demasiado exagerado há momentos em k o filme parece uma novela mexicana

19 de fevereiro de 2009 às 20:33  
Blogger Passenger said...

Paulo, tens razão, erro meu. Enfim, eu até acho que a senhora já devia ter um Oscar há muito tempo, por isso agora tanto me faz porque papel o ganha :P

19 de fevereiro de 2009 às 20:53  
Anonymous César said...

Cátia, finalmente encontro alguém que partilhe a mesma opinião que eu em relação a Penélope Cruz em Vicky Cristina Barcelona... e atrocidade é o termo correcto para definir a vitória da espanhola nos Oscars...

19 de fevereiro de 2009 às 21:02  
Anonymous Paulo said...

Eu também partilho da opinião que Cruz não merece o Oscar, mas a nomeação é merecida, se bem que por um filme bastante mau! Woody desta vez não me satisfez :P

20 de fevereiro de 2009 às 02:54  
Blogger cátia said...

digo o mesmo césar estamos juntos nessa eu vou estar fazer figas para k isso n aconteça

20 de fevereiro de 2009 às 12:11  
Blogger Ricardo said...

O triunfo de Heath Ledger é certo e, em mimnha opinião, merecido. No entanto apesar de achar a interpretação excelente e o filme muito, muito bom, creio que "Dark Knight" está sobrevalorizado.
A prová-lo está o facto de estar entre os primeiríssmos no top dos melhores filmes de sempre do muito respeitável imdb. Os anos encarregar-se-ão de o "atirar" para uma posição menos extraordinária.
Na categoria de actriz secundária estou a torcer pelo não triunfo de Penelope Cruz. Não se trata de nenhuma animosidade. Creio, isso sim, que se trata da interpretação menos conseguida das quatro nomeadas na categoria que vi (falta-me, salvo seja, a Marisa Tomei). Viola Davis e Amy Adams estão bem melhores, penso.

20 de fevereiro de 2009 às 22:52  

Enviar um comentário

<< Home

Menu Principal

Home
Visitantes
Website Hit Counters

CONTACTO

deuxieme.blog@gmail.com

Links

Descritivo

"O blogue de cinema"

  • Estreias e filmes em exibição
  • Próximas Estreias
  • Arquivos

    Outubro 2006 Novembro 2006 Dezembro 2006 Janeiro 2007 Fevereiro 2007 Março 2007 Abril 2007 Maio 2007 Junho 2007 Julho 2007 Agosto 2007 Setembro 2007 Outubro 2007 Novembro 2007 Dezembro 2007 Janeiro 2008 Fevereiro 2008 Março 2008 Abril 2008 Maio 2008 Junho 2008 Julho 2008 Agosto 2008 Setembro 2008 Outubro 2008 Novembro 2008 Dezembro 2008 Janeiro 2009 Fevereiro 2009 Março 2009 Abril 2009 Maio 2009 Junho 2009 Julho 2009 Agosto 2009 Setembro 2009 Outubro 2009 Novembro 2009 Janeiro 2010 Fevereiro 2010 Março 2010 Abril 2010 Maio 2010 Junho 2010 Julho 2010 Setembro 2010 Outubro 2010 Novembro 2010 Dezembro 2010 Janeiro 2011 Fevereiro 2011

    Powered By





     
    CANTINHOS A VISITAR
  • Premiere.Com
  • Sound + Vision
  • Cinema2000
  • CineCartaz Público
  • CineDoc
  • IMDB
  • MovieWeb
  • EMPIRE
  • AllMovieGuide
  • /Film
  • Ain't It Cool News
  • Movies.Com
  • Variety
  • Senses of Cinema
  • Hollywood.Com
  • AFI
  • Criterion Collection