Deuxieme


terça-feira, janeiro 16, 2007

Globos de Ouro





Embora os prémios tenham sido muito repartidos, pode dizer-se que “Babel”, de Alejandro González Iñárritu, e “Dreamgirls”, de Bill Condon, foram os grandes vencedores na categoria de cinema da 64ª cerimónia de entrega dos Globos de Ouro, conquistando os troféus máximos nas categorias de Drama e Comédia ou Musical. E embora “Dreamgirls”, que deverá estrear em Portugal a 1 de Março, tenha conseguido a proeza de valer galardões para ambos os actores secundários, Jennifer Hudson e Eddie Murphy, a regra foi a da divisão de distinções. Aliás, o prémio de Melhor Realização não foi para nenhum dos vencedores de Melhor Filme, mas sim para Martin Scorsese, por “The Departed: Entre Inimigos”, um dos favoritos à partida para a vitória, e nenhum dos quatro laureados nas catagorias de interpretação principal integrava o elenco dos filmes vencedores. Se Sacha Baron Coen pelo inesquecível “Borat…” surpreendeu tudo e todos, a vitória de Helen Mirren por “A Rainha” era a mais garantida de todas, com a intérprete a acumular ainda o galardão de Melhor Actriz numa Mini-série Televisiva pela interpretação de outra monarca britânica, Elizabeth I. Na televisão, “Anatomia de Grey” e “Ugly Betty” foram os vencedores, com Hugh Laurie a merecer o troféu de Melhor Actor no favorito “Dr. House”.


CINEMA
Melhor Filme (Drama): “Babel”

Melhor Filme (Comédia ou Musical): “Dreamgirls”

Melhor Actor (Drama): Forest Whitaker por “The Last King of Scotland”.

Melhor Actriz (Drama): Helen Mirren por “A Rainha”

Melhor Actriz (Comédia ou Musical): Meryl Streep por “O Diabo Veste Prada”

Melhor Actor (Comédia ou Musical): Sacha Baron Cohen por “Borat: Aprender Cultura da América para fazer Benefício Glorioso à Nação do Cazaquistão”

Melhor Actriz Secundária: Jennifer Hudson por “Dreamgirls”

Melhor Actor Secndário: Eddie Murphy por “Dreamgirls”

Melhor Realização: Martin Scorsese por “The Departed: Entre Inimigos”.

Melhor Argumento: Peter Morgan por “A Rainha”

Melhor Filme em Língua Estrangeira: “Letters from Iwo Jima” (EUA/Japão), de Clint Eastwood

Melhor Longa-Metragem de Animação: “Carros”, de John Lasseter.

Melhor Banda Sonora: Alexandre Desplat por “The Painted Veil”

Melhor Canção Original: “The Song of the Heart” de “Happy Feet”.

Prémio Honorário: Warren Beatty


TELEVISÃO

Melhor Série (Drama): “Anatomia de Grey”

Melhor Série (Comédia ou Musical): “Ugly Betty”

Melhor Actor (Drama): Hugh Laurie por “Dr. House”

Melhor Actriz (Drama): Kyra Sedgwick por “The Closer”

Melhor Actor (Comédia ou Musical): Alec Baldwin por “30 Rock”

Melhor Actriz (Comédia ou Musical): America Ferrara por “Ugly Betty”

Melhor Mini-série ou Telefilme: “Elizabeth I”

Melhor Actor (Mini-série ou Telefilme): Bill Nighy por “Gideon´s Daughter”

Melhor Actriz (Mini-série ou Telefilme): Helen Mirren por “Elizabeth I”

Melhor Actor Secundário (Mini-série ou Telefilme): Jeremy Irons por “Elizabeth I”

Melhor Actriz Secundária (Mini-série ou Telefilme): Emily Blunt por “Gideon´s Daughter”

O que pensam os leitores deste resultado? E da forma como foi conduzida a cerimónia em directo no canal AXN?

12 Comments:

Blogger João Bizarro said...

Tenho pena que séries como Prison Break, Dexter ou Heroes não tenham sido premiadas.

O melhor filme para Babel está bem entregue, assim como o de realizador para Scorsese.

Apenas vi um pouco da transmissão do AXN, e o que vi pareceu-me muito, muito fraquinho. Esatvam mais preocupados com os fatos do que com os prémios.

16 de janeiro de 2007 às 11:38  
Anonymous Luís Oliveira said...

Bem, fiquei triste por ser Babel a ganhar para Melhor Filme, e surpreso por o prémio de melhor argumento ficar para The Queen e não para Little Children.

Fiquei também desapontado por Cate Blachett não ganhar o prémio para actriz secundária. Uma falha grande.

Fora isso, tudo expectável. Mirren, Eastwood e Scorsese mereceram o que lhes foi atribuído.

Quanto à categoria de TV, não me interessa. ^^

16 de janeiro de 2007 às 13:24  
Blogger Pedro Silva said...

Babel mereceu sem dúvida o prémio de Melhor Filme. No geral não houve muitas surpresas, principalmente nas categorias de Melhor Actriz. Pensei que Babel e The Departed saíriam dos Globos de Ouro com mais prémios. O facto de Letters from Iwo Jima ter ganho Melhor Filme Estrangeiro não deixa de ser irónico visto o realizador, Clint Eastwood, ser americano.

17 de janeiro de 2007 às 00:35  
Blogger serEmot said...

O pior facto da noite foi mesmo a emissão do AXN miserável - a apresentadora menos indicada.
João Tomé

17 de janeiro de 2007 às 11:39  
Anonymous Anónimo said...

Foi mau...muito mau. O filme "little miss sunshine" merecia muito mais! O filme "dreamgirls" só teve todo o destaque porque participavam todas as estrelas do jetset que os americanos admiram (Beyonce, eddie murphy...por amor de Deus....).
Mas nem tudo foi mau. Hugh Laurie com o seu merecidissimo galardão foi para mim o melhor da noite.
E para não tornar este post ainda mais negativo não irei mencionar a péssima transmissão do AXN...

17 de janeiro de 2007 às 22:44  
Blogger BrunoMMR said...

É verdade que os Globos de Ouro não galardoam todas as categorias que os Oscar premeiam (Fotografia, Montagem, Direcção Artística, entre outros), dai podermos especular que Filme A ou B só ganhar um Globo, não significar necessariamente que estamos perante de um derrotado. Contudo, mesmo não tendo havido derrotados, até porque todos ganharam alguma coisa, a verdade é que só houve mesmo um vencedor, e esse foi Dreamgirls. O filme vem confirmar a elevada probabilidade de ser nomeado aos Oscar nas categorias em que venceu nos Globos, para além de ser um forte concorrente nas categorias técnicas que o Oscar premeia, mas não os Globos. Mas isso será talvez apenas nas nomeações porque, se esta edição dos Globos de Ouro nos disse alguma coisa foi que está tudo em aberto para a edição dos Oscar deste ano. Babel é agora um filme a ter em conta para o galardão principal, Dreamgirls idem idem aspas aspas, The Departed não deixou de o ser e ainda ganhou o efeito surpresa e, depois, todos os outros têm ainda razões para sonhar. A entrega dos prémios nas categorias de interpretação foi tão previsível quanto se esperava. Ainda na sétima arte, Scorcese e o Globo ficaram muito bem na fotografia. Espero que à saída do Kodak Theater também o seja.
Na televisão, apenas um apontamento para a vitória justíssima de Laurie (excelente discurso), e para duas confirmações: Lost já não é sinónimo de prémios, e Ugly Betty é a série do momento nos Estados Unidos.

Feitas as contas,
O melhor: O discurso de Meryl Streep.
O pior: A Rainha e o prémio de melhor argumento, quando o justo vencedor nem sequer estava nomeado, Little Miss Sunshine.

17 de janeiro de 2007 às 23:17  
Anonymous Anónimo said...

Ricardo said...

Estive entre a uma da manhã e as quatro a assistir à cerimónia dos globos. Apesar de ficar muito aquém dos Oscars em termos de espectáculo, gostei de alguns dos momentos da noite protagonizados por alguns dos intervenientes.

Quanto à transmissão do AXN achei muito fraca. Acabei por sentir pena do comentador que lá estava porque, a partir de uma determinada altura, já não sabia o que responder à apresentadora. Sempre que havia um interregno na emissão a pergunta era sempre a mesma: «é este prémio uma premonição para o que pode acontecer a seguir?» Ah!, por favor, não falem enquanto estão os premiados a discursar. É irritante para quem está em casa a assistir.

É sempre complicado falar em justeza na distribuição dos prémios nestas ocasiões. Em relação ao "Dreamgirls" e aos seus três galardões não me posso pronunciar porque ainda não o vi! Estamos conversados!

A Helen Mirren está excelente e o triunfo em "A Rainha" é incontestável. Venha o Oscar...
Quanto a melhor argumento acho extremamente forçado.

Não vi o "Last king of Scotland" nem, consequentemente a sua interprestação, mas fique muito contente com a vitória de Forest Withaker. Um actor excelente, que apesar de algumas opções menos criteriosas ao longo da sua carreira, é sempre grande em tudo o que faz. Basta recordar "Bird", "Sala de Pânico" e "Ghost Dog". O discurso dele foi o mais sincero e emotivo da noite.

O triunfo de Babel deixou-me agradado. É um filme excelente recheado de momentos inolvidáveis. O que dizer do recado de Iñarritu ao governador Schwarzie de ter os documentos em ordem... Qual mexicano atrevido!

Scorcese. Será que é desta que vem o Oscar? Espero que sim. Ao contrário do que aconteceu com "Gangs of New York" e o "Aviador", vou estar nos Oscars a torcer por ele. Apesar de ser uma nova versão de um filme já existente (excelente, diz quem viu), acho "The Departed", em termos qualitativos, semelhante ao de "Goodfellas", por exemplo.

Voltando aos Globos de Ouro - deixemo-nos de devaneios - gostei muito do discurso do Warren Beatty da alusão que fez aos seus, masi ou menos, contemporâneos Clint Eastwood, Dustin Hoffman e Jack Nicholson. A declaração pública a Anette Bening também foi excelente.

Na TV, apesar de ser um grande apreciador de LOST (pelo menos das duas primeiras séries), fiquei contente com o globo de Anatomia de Grey. Sei que não faltarão defensores de "House", mas para mim prefiro a Anatomia de Grey. A esta hora estão 85% das pessoas que lerem este (já longo) comentário, a dizer "este tipo é louco ou gay". Posso-vos garantir que não sou nem uma coisa nem outra!

Venham os Oscar e mais uma directa. Por falar nisso, alguém tem grabadas as cerimónias anteriores a 1997? Penso que a TV lusa começou a transmitir a cerimónia em 1992, ano em que "O silêncio dos inocentes", de 1991, venceu. Quem me puder ajudar a ter acesso à cerimónia, diga qq coisa.
O meu mail é rmlp77@clix.pt

Até breve...

19 de janeiro de 2007 às 17:44  
Anonymous Anónimo said...

Como muitos dos que aqui deixaram comentários, eu também fiquei triste pela probreza da transmissão do AXN... não só pelos tristes e infelizes comentários da apresentadora, mas principalmente por interromperem a transmissão para os dizer.
Eu vejo todos os anos as transmissões em directo dos Oscars e apesar de não ser esta escandaleira que foi os Globos de Ouro, também me revolta não poder ver desde as entrevistas da passadeira vermelha até pequenos segundos da cerimonia em que estão pessoas a falar por cima da trasmissão.

Quando é que as televisões começam a deixar de nos tratar como uns meros parolos que não percebemos nada do que está a acontecer e por isso é preciso pessoas a explicar o que se está a passar??
Quem fica acordado até às 4h ou 5h da manhã num dia de semana para ver a TVI (no caso dos Oscars) é porque sabe bem o que está a ver...

Quanto ao Globos de Ouro, eu fiquei contente pelos premios a Meryl Streep (esta mulher é uma excelente atriz dramática e já nos provou inumeras vezes que é igualmente boa na comédia), a Eddie Murphy, o discurso do Sacha Cohen (sempre politicamente incorrecto), Hugh Laurie, Forest Whitaker (que já conhecemos há tantos anos como actor e mais tarde como produtor e realizador), Warren Beatty... e muito mais que agora não me lembro.
São sempre noites muito divertidas!
Venham os Oscars!!

20 de janeiro de 2007 às 10:04  
Anonymous Ana Costa said...

Achei que a apresentação do AXN dos Globos de Ouros foi péssima. A apresentadora não era a mais indicada e mesmo o outro comentador também deixava um pouco a desejar.

Em relação aos prémios. Fiquei surpreendida com os resultados em algumas categorias, mas noutras era perfeitamente previsivel.

Tive pena de o filme Little Miss Sunshine não ter arrecado tantas nomeações e prémios omo merecia e que emily Blunt não tenha ganho o galardão de Melhor Actriz Secundária pelo seu papel em O Diabo Veste Prada.

Em relação aos prémios da TV, acho que foram todos muito bem atribuidos.

Penso que os momentos mais altos desta cerimónia foram:
- Ugly betty e a actriz nomeada por esta série terem ganho e o discurso dessa actriz, que pôs muita gente no salão a chorar;
- O discurso politicamente incorrecto de Sacha Barat Cohen;
- A declaração a Annatte Bening.

20 de janeiro de 2007 às 11:54  
Anonymous Anónimo said...

O AXN deveria poupar nas horas extras a que submetem os apresentadores entre a 1 AM e 5 AM para comentarios mesmo que tivessem sido interessantes, no entanto desnecessarios, e utilizar o dinheiro para ser gasto em series cada vez mais recentes.

22 de janeiro de 2007 às 15:37  
Blogger oscar said...

Graças à revista Premiére descobri séries como "Lost" e "Prison break", sendo uma verdade quase indiscutível de que a TV está mais inovadora do que o cinema, contudo ainda há ainda algum preconceito.

Julgo que "Anatomia de Grey" é uma boa série, contudo "Prison break" e o último ano de "24" são superiores.

A 2: vai transmitir amanhã os prémios do Sindicato dos Actores (Screen Actors Guild)

Continuem com o bom trabalho,

OF

29 de janeiro de 2007 às 20:50  
Anonymous Maria said...

aquela tara da apresentadora com a altura do mestre Scorses é, no mínimo, cruel... xD
será que, como o mestre Criswell tão bem referiu, que a AXN não percebe que aqueles que ficam de pé até às tantas da manhã para verem os resultados em primeira mão são verdadeiros cinéfilos que não precisam de comentário disparatados sobre o jantar dos convidados e cortes na emissão nas partes mais importantes?!

13 de outubro de 2007 às 21:50  

Enviar um comentário

<< Home

Menu Principal

Home
Visitantes
Website Hit Counters

CONTACTO

deuxieme.blog@gmail.com

Links

Descritivo

"O blogue de cinema"

  • Estreias e filmes em exibição
  • Próximas Estreias
  • Arquivos

    Outubro 2006 Novembro 2006 Dezembro 2006 Janeiro 2007 Fevereiro 2007 Março 2007 Abril 2007 Maio 2007 Junho 2007 Julho 2007 Agosto 2007 Setembro 2007 Outubro 2007 Novembro 2007 Dezembro 2007 Janeiro 2008 Fevereiro 2008 Março 2008 Abril 2008 Maio 2008 Junho 2008 Julho 2008 Agosto 2008 Setembro 2008 Outubro 2008 Novembro 2008 Dezembro 2008 Janeiro 2009 Fevereiro 2009 Março 2009 Abril 2009 Maio 2009 Junho 2009 Julho 2009 Agosto 2009 Setembro 2009 Outubro 2009 Novembro 2009 Janeiro 2010 Fevereiro 2010 Março 2010 Abril 2010 Maio 2010 Junho 2010 Julho 2010 Setembro 2010 Outubro 2010 Novembro 2010 Dezembro 2010 Janeiro 2011 Fevereiro 2011

    Powered By





     
    CANTINHOS A VISITAR
  • Premiere.Com
  • Sound + Vision
  • Cinema2000
  • CineCartaz Público
  • CineDoc
  • IMDB
  • MovieWeb
  • EMPIRE
  • AllMovieGuide
  • /Film
  • Ain't It Cool News
  • Movies.Com
  • Variety
  • Senses of Cinema
  • Hollywood.Com
  • AFI
  • Criterion Collection