Deuxieme


quinta-feira, dezembro 27, 2007

O outro lado do Natal.

Uma das coisas boas do Natal é quando vamos a uma loja de multimédia numa grande superfície, e ficamos a ouvir as pérolas dos milhares de transeuntes que passam pela secção de cinema. Fingimos que estamos ali a escolher Dvds quando, no fundo, estamos apenas à espera do comentário do ano. Desta quadra, guardarei dois com bastante carinho:

Comentário Nº1 – Dois adolescentes. Diz um deles: Ganda filme! Já viste? Ao que responde o outro: És parvo ou quê? Claro que sim. Ganda filme. Filme em questão: Velocidade Furiosa.

Comentário Nº2 – Dois adolescentes. Outros dois. Diz um deles: Tchi. Este é dos meus preferidos. Questiona o outro: Esse não é de terror? Ao que responde o primeiro: Mais ou menos. Filme em questão: Eduardo Mãos de Tesoura.

Ainda na mesma loja, uma situação que nos parece escusar qualquer tipo de consideração. Que cada um tire daqui as suas próprias conclusões. Longe de nós pretender caracterizar esta conjuntura como profundamente idiota. Porque, até pode ser que não seja. Se alguém encontrar uma maneira de não o ser, por favor faça-nos chegar esse enquadramento.

No entanto, e, sem demoras, aqui fica a dita situação. De um lado, a edição normal de Os Revoltados do Caine (Edward Dmytryk, 1954), com Humprey Bogart. Do outro lado, a edição especial do mesmo título. O preço da edição normal, da qual consta somente o filme, 17,90€. O preço da edição especial, 11,95€. O site da Fnac diz que a edição normal está actualmente indisponível. Estas mãos, que escrevem agora este post, estiveram com os dois artigos esta noite.

Alvy Singer

Etiquetas: ,

7 Comments:

Anonymous brazilian nerd said...

Caro Alvy. Comentários teríveis com relação à filmes não são exclusividade de adolescentes. Sou adolescente e jamais proferi tal absurdo.

Experiência recente em uma loja de DVD's:

Mulher(+ ou - 40 anos): Avista o DVD de "Pearl Harbor" mostra a criança que lhe acompanha e diz :
" Filmaçoo!! Não quer comprar pra titia? "

Criança(+ ou - 11 anos): Disfarça e começa a mexer nos filmes , aproximadamente 2 minutos depois pega "The Wizard of Oz" com um belo sorriso no rosto e diz:
" Filmaço, né tia?"

Mulher : Tom irônico " É sim..."
deu as costas para o pobre demonstrando todo o seu desprezo e foi olhar outra coisa.

Pobre criança , é a esperança da família e nem disconfia.

27 de dezembro de 2007 às 04:13  
Blogger The movie_man said...

É verdade, há pessoas que consideram filmes como The Fast and The Furious e Pearl Harbor uns grandes filmes enquanto que são capazes de espezinhar filmes de qualidade muito superior. E nem sequer são capazes de dizer algo como: 'Reconheço que este Death Proof seja um bom filme mas não me agradou.' Simplesmente dizem: 'Que bela porcaria de filme!' e logo após dizem as palavras:'The Fast and The Furious é um granda filmaço!!' Sei que gostos não se discutem, mas há o não gostar mas saber reconhecer que o filme é bom (e que simplesmente não nos agradou por algumas razões) e o não gostar e espezinhar o filme sem nada de inteligente acrescentar. Eu, trabalhando num cinema, assisto a isto todos os dias. E este Outono, tive um exemplo perfeito: duas comédias nas salas portuguesas: Um azar do caraças e Declaro-vos marido e marido. E quando as pessoas eram confrontadas com o facto de só puderem ir ver um destes dois filmes, qual é que escolhiam? Declaro-vos marido e marido, deixando de lado um dos grandes filmes do ano. E se fossem ver os dois, sairiam da sala afirmando que o de Adam Sandler era bem melhor que o do actor gordo e anafado! Peço desculpa pelo desabafo. Mas apanho com situações destas quase todos os dias e não sei se hei-de rir ou se hei-de chorar... lol

27 de dezembro de 2007 às 05:13  
Anonymous Daniel Ferreira said...

Sim, adoro estar na secção de DVD's da FNAC ou a escolher um filme para alugar na Blockbuster e ouvir as pérolas... sim, é maravilhoso! Até fazem os ouvidos estalar:

Partilho convosco uma que nunca me esqueci, embora tenho feito um grande esforço para o fazer (voces compreenderão), ouvida na Blockbuster:

"Oh! não leves esse que esse não presta, leva antes este que é mais fixe."

Filme que supostamente não prestava:
Os condenados de Shawshank
Filme que era supostamente era "mais fixe":
Oh não, outro filme de adolescentes

Triste...

27 de dezembro de 2007 às 10:24  
Anonymous Anónimo said...

O Edward Scissorhands é assustador. Só a mansão onde ele vive...
:P

27 de dezembro de 2007 às 12:15  
Anonymous Anónimo said...

Esta ouvi numa blockbuster entre duas raparigas de 14 15 anos:

Já viste este (paixão de shakespear)?

Não, não gosto de classicos.(!!!!)

bom natal e bom ano

27 de dezembro de 2007 às 17:10  
Anonymous Abílio Loureiro said...

Não acho que seja um comentário típico de adolescente. Ou melhor, poderá sê-lo, mas não censuro. Para quem não seja consumidor de cinema ou que viva um filme como quem gosta do cinema vive, um enredo dramático, poderá não ser o mais apelativo. Filmes que garantam acção, como é o caso de "Transformers" ou como o novo "Die Hard 4.0", tendem em findar de uma maneira muito melhor na ceita dos ditos adolescentes. Num séc. dominado pelas novas tecnologias, realizações como as de Guus Van Sant, serão considerados "secantes" e com interesse mínimo. Paranoid Park, sendo um filme de adolescentes, poderá ser aborrecido para os mesmos, por ser um filme monótono e com um enredo "simples". Basta pensar que para grande parte dos jovens, "director de fotografia", "produtor", "produtor executivo", "argumento", ou até mesmo, "o realizador", não existe simplesmente. Estamos perante uma geração que nasceu já com computadores, televisão a cores e numa época pós 25 Abril. Quando me refiro a jovens, estou-me auto-incluíndo no grupo. Sei o que me mais atrai enquanto adolescente. Percebo facilmente o porquê de certos e determinados métodos/critérios de escola de filmes num cinema/clube de vídeo. Para quem procura encontrar algo mais do que somente um filme num filme, comentários como os que aqui foram inumerados serão ridículos e até absurdos. Mas, nem todos somos obrigados a gostar de "bom cinema". Afinal, o que será isso? Na minha óptica, "bom cinema" é todo aquele que despertar emoções positivas no espectador. É sinal que alguém entra na tela e vive o filme de maneira semelhante à minha. Seja num homem de família a reviver "Casablanca" ou um miúdo de quinze, dezasseis ou vinte anos deslumbrado com os "Transformers".
Daí perceber os tais comentários que tanto fazem rir as pessoas nas secções de DVD's. Não quer dizer que concorde com o que seja dito, mas nem todos fomos criados num ambiente onde prodominavam os serões, com filmes como a triologia do "Padrinho", "Tudo Bons Rapazes" ou até mesmo "Um perfume de mulher", com o número um do nosso pai, ou mais recentemente, filmes como "Beleza Americana" ou "Lost In Translation". Tendo tenra idade, compreendo tais comentários por parte do meu grupo etário, mas não me desfaço de ironias ou pensamentos superiores só porque conheço uns poucos de realizadores e tenho um conhecimento de cinema um pouco mais vasto do que a maioria dos adolescentes. Até porque nem todos os adolescentes vão ao cinema ver o "Call Girl" - mais simples e barato, vasculho aí na internet o que realmente quero ver a.k.a Soraia Chaves, e até, porque, avaliando a capacidade de comentário do Sr. Vasconcelos no Trio de Ataque, do filme não se pode esperar muito.. - ou apenas vêm séries como o Dr. House ou CSI.

31 de dezembro de 2007 às 05:20  
Anonymous dirty.lollipops said...

até seria bom que os jovens conhecessem e tivessem interesse nos filmes de, por exemplo tim burton, mas será "egoísmo" meu em pensar que talvez fosse preferivel que apenas quem distingue edward scissorhands de um filme de terror tivesse direito a referir-se a ele como "um dos seus preferidos"? :x

3 de janeiro de 2008 às 20:44  

Enviar um comentário

<< Home

Menu Principal

Home
Visitantes
Website Hit Counters

CONTACTO

deuxieme.blog@gmail.com

Links

Descritivo

"O blogue de cinema"

  • Estreias e filmes em exibição
  • Próximas Estreias
  • Arquivos

    Outubro 2006 Novembro 2006 Dezembro 2006 Janeiro 2007 Fevereiro 2007 Março 2007 Abril 2007 Maio 2007 Junho 2007 Julho 2007 Agosto 2007 Setembro 2007 Outubro 2007 Novembro 2007 Dezembro 2007 Janeiro 2008 Fevereiro 2008 Março 2008 Abril 2008 Maio 2008 Junho 2008 Julho 2008 Agosto 2008 Setembro 2008 Outubro 2008 Novembro 2008 Dezembro 2008 Janeiro 2009 Fevereiro 2009 Março 2009 Abril 2009 Maio 2009 Junho 2009 Julho 2009 Agosto 2009 Setembro 2009 Outubro 2009 Novembro 2009 Janeiro 2010 Fevereiro 2010 Março 2010 Abril 2010 Maio 2010 Junho 2010 Julho 2010 Setembro 2010 Outubro 2010 Novembro 2010 Dezembro 2010 Janeiro 2011 Fevereiro 2011

    Powered By





     
    CANTINHOS A VISITAR
  • Premiere.Com
  • Sound + Vision
  • Cinema2000
  • CineCartaz Público
  • CineDoc
  • IMDB
  • MovieWeb
  • EMPIRE
  • AllMovieGuide
  • /Film
  • Ain't It Cool News
  • Movies.Com
  • Variety
  • Senses of Cinema
  • Hollywood.Com
  • AFI
  • Criterion Collection