Deuxieme


sábado, janeiro 31, 2009

Zake and Miri Don't Make a Porno.

Photobucket

Segundo Madonna, má publicidade é coisa que não existe. E, neste momento, ninguém melhor do que Kevin Smith para tirar isso a limpo. Hoje, o realizador de Clerks será a pessoa indicada para avaliar até que ponto o conceito de má publicidade não passa de uma mera invenção. Depois de algumas cidades dos Estados Unidos terem rejeitado posters do seu mais recente filme, Zack and Miri Make a Porno, agora é vez da conceituada cadeia de super-mercados Wal-Mart vir dizer que só venderá Dvds da obra, se a palavra Porno for retirada da capa. Esta é a mesma superfície que, no seu interior, comercializa armas de fogo. Smith, argumentista e realizador da película, já reagiu.

"I'm just so shocked that the word 'porno' meant that much to people in terms of, like, they found it insanely offensive and don't want to see it on display. I mean, at least with the word 'porno' in the title, you can kind of give people a warning about what they're in for".

Apesar de não ter sido por muito, Zack and Miri Make a Porno ultrapassou Dogma (1999), como o filme de maior sucesso nas bilheteiras, na carreira do cineasta Kevin Smith. Por cá, o filme teve estreia marcada para 19 de Fevereiro – tivesse o adiamento sido anunciado um dia mais tarde, e ainda apareceria a antestreia no próximo número da Premiere. Hoje, é como se não existisse. Nem sequer uma previsão. Desapareceu do mapa. Resta esperar pelo seu regresso. Até agora, na lista com as datas, tem aparecido sempre com o título original. A ver vamos, o que a tradução a dizer sobre este vocábulo.

Bruno Ramos

Etiquetas: ,

3 Comments:

Blogger Dinis said...

Consegui ver este filme há 1 mês atrás. É uma comédia agradável, nada de mais... gostei mais do Seth Rogen no Pineapple Express ou mesmo no Superbad. Também me parece que o Kevin Smith é capaz de bem melhor.

31 de janeiro de 2009 às 18:28  
Anonymous Anónimo said...

Está aqui a solução: http://www.impawards.com/2008/zack_and_miri_make_a_porno_ver2.html

Tira-se o título por baixo do desenho et voilá!

O filme nem é grande espingarda, mas os posters são de melhor.

31 de janeiro de 2009 às 22:35  
Anonymous Pedro Almeida said...

Eu por acaso gostei muito do filme e acho-o um dos melhores do Kevin Smith. A cena de amor entre os personagens do Seth Rogen e da Elizabeth Banks é da melhores já alguma vez feitas e realmente altera por completo a percepção do filme em si e da relação dos dois.

2 de fevereiro de 2009 às 19:35  

Enviar um comentário

<< Home

Menu Principal

Home
Visitantes
Website Hit Counters

CONTACTO

deuxieme.blog@gmail.com

Links

Descritivo

"O blogue de cinema"

  • Estreias e filmes em exibição
  • Próximas Estreias
  • Arquivos

    Outubro 2006 Novembro 2006 Dezembro 2006 Janeiro 2007 Fevereiro 2007 Março 2007 Abril 2007 Maio 2007 Junho 2007 Julho 2007 Agosto 2007 Setembro 2007 Outubro 2007 Novembro 2007 Dezembro 2007 Janeiro 2008 Fevereiro 2008 Março 2008 Abril 2008 Maio 2008 Junho 2008 Julho 2008 Agosto 2008 Setembro 2008 Outubro 2008 Novembro 2008 Dezembro 2008 Janeiro 2009 Fevereiro 2009 Março 2009 Abril 2009 Maio 2009 Junho 2009 Julho 2009 Agosto 2009 Setembro 2009 Outubro 2009 Novembro 2009 Janeiro 2010 Fevereiro 2010 Março 2010 Abril 2010 Maio 2010 Junho 2010 Julho 2010 Setembro 2010 Outubro 2010 Novembro 2010 Dezembro 2010 Janeiro 2011 Fevereiro 2011

    Powered By





     
    CANTINHOS A VISITAR
  • Premiere.Com
  • Sound + Vision
  • Cinema2000
  • CineCartaz Público
  • CineDoc
  • IMDB
  • MovieWeb
  • EMPIRE
  • AllMovieGuide
  • /Film
  • Ain't It Cool News
  • Movies.Com
  • Variety
  • Senses of Cinema
  • Hollywood.Com
  • AFI
  • Criterion Collection