Deuxieme


segunda-feira, maio 03, 2010

Premiere__ Maio de 2010


Entre os destaques:

* ROBIN HOOD, HOMEM DE FERRO 2
* 75 anos da 20th Century Fox (1ª parte): o grande estúdio está de parabéns, mas oferece as prendas, re-imaginando os cartazes de alguns dos seus filmes mais emblemáticos (exclusivo para Portugal).
* 100 anos de Hollywood: a 3ª parte da história por Mário Augusto
* As estreias de Príncipe da Pérsia, Líbano, Como Desenhar um Círculo Perfeito, A Religiosa Portuguesa, entre outros
* Zoom: os lançamentos no mercado vídeo de O Delator!, Lua Nova, Zombieland, Avatar, Red Riding, os filmes de Ernst Lubitsch, Sangue Fresco, entre outros
* Críticas: Green Zone, Confronto de Titãs, Kick-Ass, entre outros
* Os Filmes da Minha Vida com o actor Fernando Luís
* A Rodagem de "Senhor X"

Nas bancas a partir de 6 de Maio

26 Comments:

Anonymous Cipri said...

Especial Homem de Ferro? Quase uma semana depois de o filme estrear? Isso devia ter sido na revista do mês passado já que o filme ainda estreou em Abril... E tou a ver que os Dias de Criswell e certas rubricas que faziam da Premiere a Premiere não vão voltar... Ai que saudades da antiga equipa da Premiere!

3 de maio de 2010 às 18:46  
Blogger Cláudio said...

Pelo que dá para perceber nos destaque, por aqui tudo na mesma!

Agora o dilema adensa-se: deveremos comprar a revista para depois poder criticá-la e sentirmo-nos mal por termos gasto os 3€ ou devemos deixar apodrecê-las nos quiosques até aprenderem que não basta ter o PREMIERE na capa para se ser uma revista de referência!

Conhecendo um pouco da sociedade portuguesa (pelo menos aquilo que me dá a conhecer ao fim de 30 anos de existência) acredito que nada vai mudar!

Cada um com a sua... quanto mais casmurros mais portugueses somos!!!!!

5 de maio de 2010 às 12:45  
Blogger Pedro Afonso said...

Não só o "Iron Man 2" está ultrapassado, como os posters da Twentieth Century Fox também. Qualquer pessoa com um feed de um site de cinema já os recebeu na caixa de correio há mais de 15 dias.Fazer disso noticia de capa e dizer que é exclusivo para Portugal, faz-me rir. Continuam a não querer perceber que aquilo que a revista precisa é de textos, originais, críticos e que incitem à discussão do cinema. A última que comprei foi a de Março, com muita pena minha. R.I.P. Premiere.

5 de maio de 2010 às 14:29  
Blogger MRevel said...

Quando sairá a revista?

5 de maio de 2010 às 18:05  
Anonymous PT2010 said...

Hummm es esta sai quando? Em Junho?

5 de maio de 2010 às 23:14  
Anonymous JPN08 said...

Sendo um leitor assiduo da Premiere fico triste ao ver que muitos leitores estão a abandonar a revista e que ninguem muda nada porque no meu ver bastavam duas coisas para esses leitores voltarem : O regresso dos dias de Criswel e a revista estar nas bancas no início do mês e não no fim. Eu vou continuar a comprar a revista mas a paciência nao dura para sempre...

6 de maio de 2010 às 20:29  
Anonymous Maria. said...

Eu não vou comprar porque fiquei, mais uma vez, completamente desiludida e li a revista em muito pouco tempo porque de conteudo nao tem nada. Acho inadmissivel a volta que tudo deu.
Se me apetecer ler, vou á fnac, sento-me no café e leio, sem ter que gastar 3 euros para nada.

7 de maio de 2010 às 14:44  
Anonymous Sandra said...

Olá!É só para dizer que a revista já está nas bancas (espero que a tendência continue e que em Junho chegue mesmo no início do mês). Só dei uma vista de olhos e não me parece mal, só acho um bocado mau o especial Homem de Ferro, já que o filme estreou na semana passada.
Mesmo assim não vou deixar de comprar a revista, só acho que ela devia melhorar, e e voltar a ter os dias de Criswel não seria nada má ideia.

7 de maio de 2010 às 14:48  
Blogger Thais said...

Já esta na banca, já tenho a minha só que ainda não tive oportunidade de a ler...

8 de maio de 2010 às 10:31  
Blogger asgard said...

Sou leitor da Premiere francesa á mais de 25 anos. Leio a Portuguesa desde o numero 1. Este regresso, é mais fraco, mas não é isso que me leva a escrever.

Sou leitor compulsivo de revistas, sites e blogs. De todo o tipo. Por isso quando compro uma "revista de cinema", quero ler sobre cinema. Ora o editorial deste mês, é ignóbil. Falar sobre politica? Até concordo com o que é dito, mas , se quero ler sobre politica, leio em revistas ou jornais desse tema. Aqui quero ler sobre cinema. Ponto Final. E que não me venha dizer que é por a Inês ser actriz, que neste caso, nada tem que ver com o assunto.

9 de maio de 2010 às 12:30  
Blogger Carlos said...

Já alguns leitores vos alertaram para o facto de um ou outro texto conter incongruências e incorrecções linguísticas. Nesta edição voltou a acontecer,com algumas frases mal estruturadas e, consequentemente, confusas.

Não sou um guru da gramática mas este aspecto condiciona o discorrer argumentativo e a percepção que o leitor tem do conteúdo apresentado.

Quanto à revista, acho quase imoral tentarem "vender" os posters da twentieth century fox como inédito nacional, ocupando para aí umas 10 folhas sem qualquer tipo de texto a acompanhar. Podiam ter tido o cuidado de apresentar algumas curiosidades sobre os filmes retratados, os actores principais, quiçá uma ficha técnica, mas mais uma vez optou-se pelo caminho mais rápido e mais fácil.


As antevisões permanecem incólumes, com uma minúscula caixa de texto e imagens que ocupam duas páginas.

Não se encontram curiosidades sobre filmes, próximos projectos de diferentes agentes cinéfilos, não se encontram listagens como anteriormente, a teimosia parece imperar, a visão estratégica e comercial também, e consequentemente, a minha paciência ter-se esgotado.

Porque esta revista não devia ser para vocês, nem para os alunos da Universidade Nova (alguns textos têm interesse, mas a oportunidade de colaborar devia ser estendida a todos). Esta revista devia ser dos leitores e para eles.


Parece-me que não foram aproveitadas as (boas) ideias da anterior equipa, apresentando-se a revista na actualidade como um retalho de várias imagens, tamanho XXL, sem qualquer "ordenamento do território", com artigos de opinião de qualidade dúbia e com "exclusivos" contestáveis.

Eu tomei a decisão. Custa muito mas vai ter que ser. A revista não vale os 3 euros que reclama.

Deixei de comprar a Premiere.

9 de maio de 2010 às 12:36  
Blogger Manuel Antonio said...

Concordo em absoluto com tudo o que o Carlos escreveu no seu comentário, e que me escuso a repetir aqui, fazendo minhas as suas palavras. Para mim, acabou a Premiere. A única coisa positiva desta edição foi ter saído no dia 6, ao contrário do que sucedeu nos meses anteriores. No mais, e depois de ter lido a revista, resta um vazio enorme e a tristeza de ver um marco nos média portugueses esvaziar-se completamente de conteúdo e condenar-se ao mais que inevitável desaparecimento. Pior: a revolta de ver uma revista supostamente de cinema usada como arma de arremesso politico - é simplesmente vergonhoso o editorial deste mês!
Como escreveu o Pedro Afonso, R.I.P Premiere. A Premiere portuguesa morreu!

9 de maio de 2010 às 19:46  
Anonymous Nuno Antunes said...

Portugal não está assim tão mal que criticar o papel de Inês de Medeiros na questão das viagens dos deputados seja logo considerado um ataque político.

Não pode ser um acto de cidadania?

9 de maio de 2010 às 23:43  
Blogger Manuel Antonio said...

Caro Nuno Antunes,
O argumento que aduziu seria válido se estivessemos a falar de um editorial da Visão ou da Sábado e do seu director. Mas estamos a falar da Premiere, uma revista de Cinema(ou pelo menos é suposto sê-lo), e do seu director, que escreve enquanto tal e não na qualidade de cidadão. Donde resulta que é completmente descabido fazer um editorial criticando uma deputada pelo seu comportamento enquanto tal, apenas porque a referida deputada é também actriz. Aliás, duvido que o meu amigo tivesse a mesma opinião se estivessemos a falar de uma critica a outra deputada que não a Inês de Medeiros. Se eu quiser ler sobre politica, compro a Visão ou o Expresso; quando eu compro (ou comprava...) a Premiere, quero ler sobre cinema, e sobre cinema. Enfim, este é apenas mais um dos muitos sinais que evidenciam o claro e inexoravel declinio da Premiere
portuguesa. Uma pena...

10 de maio de 2010 às 01:17  
Blogger Manuel Antonio said...

Já agora, vale a pena referir que o Festival de Cinema da Cannes - na opinião da maioria dos criticos e profissionais do Cinema, o maior evento cinematográfico do ano depois dos Oscar - tem o seu inicio marcado para o próximo dia 12 de Maio. Ao contrário dos anos anteriores, em que fez sempre uma antevisão aprofundada deste grande evento, a Premiere limita-se a fazer-lhe uma breve referência (página 50, meia coluna), a propósito da presença de Manoel de Oliveira. Se isto não mostra o desnorte e a incompetência desta direcção, não sei o que mostrará. É caso para dizer: adieu, Premiere!

10 de maio de 2010 às 01:39  
Blogger Catarina said...

É muito triste...
Não venham dizer que a Premiere termina porque o público português não liga ao cinema e à cultura cinematográfica, nos últimos meses tem havido muita paciência da parte do seguidores da revista. Mas paciência tem limites...
Principalmente quando não se vê esforço nenhum para o mínimo dos mínimos no respeito para com os leitores: ter a revista nas bancas no início do mês.

11 de maio de 2010 às 15:24  
Anonymous Nuno Antunes said...

Caro Manuel António,

Agradeço a sua mensagem.

Não percebi se a sua afirmação "duvido que o meu amigo tivesse a mesma opinião se estivessemos a falar de uma critica a outra deputada que não a Inês de Medeiros" se destinava a mim ou ao editor-chefe. No meu caso, posso assegurar que a opinião seria exactamente a mesma se envolvesse outra personalidade. Aliás, este caso de Inês de Medeiros fez vir a público um outro, envolvendo um deputado que nasceu e vive nos Açores... eleito por uma lista de Castelo Branco.

Sobre a polémica do editorial, não concordamos. Não faz mal. Se todos gostássemos dos mesmos filmes, isto também perdia o interesse.

Agora, sinceramente, espero que seja possível continuar a contar consigo como leitor. Acho que precisamos ter leitores com espírito crítico para estimular o trabalho da equipa. E os mails da PREMIERE estão sempre disponíveis para receber os comentários.

Bons filmes!

11 de maio de 2010 às 18:21  
Anonymous João Luz said...

Foi a última Premiere que eu comprei.

13 de maio de 2010 às 13:38  
Blogger foggue said...

Desta vez é que a Premiere acaba mesmo por não ter leitores.
E a actual equipa merece-o.
Tenho muita pena de dizer isto mas acho que vou voltar à Premiere francesa.
Colocar 2 páginas de Iron Man ainda por cima com uma foto completamente desfocada é somente um dos sinais de desleixo, preguiça, ... da actual equipa.
Por mim também afirmo RIP Premiere.

14 de maio de 2010 às 11:17  
Anonymous Vitor said...

Caro Nuno Antunes,

Já são várias as vezes que escreve algo do género: "Acho que precisamos ter leitores com espírito crítico para estimular o trabalho da equipa.". Ora de que vale terem leitores críticos, com sugestões válidas, se nenhuma dessas sugestões é acatada??? Esta espécie de "autismo" revelada pela actual direcção da Premiere está a encaminhá-la, rapidamente, para um final triste... Ou será que é esse o objectivo???

Só um pequeno facto para confirmar que este indesejado final pode estar próximo: há um ano atrás, mesmo com todos os atrasos, quando me descuidava e tentava comprar a Premiere 2 ou 3 dias depois de ter saido tinha que "correr" por 3 ou 4 postos de venda para encontrar uma; este mês, quando fui comprar a Premiere de Maio, encontrei n revistas (com n relativamente grande) de Abril ainda à venda... Pensem nisto e MUDEM!!!

17 de maio de 2010 às 12:00  
Blogger dani said...

Mais um descontente com a nova Premiere. Lê-se muito rápido. Muitas imagens para pouco conteúdo.
Tragam o Criswell de volta.
Vou dar mais um mês de oportunidade à Premiere.
Se continuar igual, não contem com os meus 3 euros em Julho.

17 de maio de 2010 às 12:12  
Blogger MRevel said...

Caro Nuno Antunes e gerência da Premiere portuguesa...

Continuarei a ser um leitor da Premiere pois embora a revista esteja consideravelmente mais "pequena" em conteúdos, alguns continuam a ser interessantes.
No entanto, embora não me importe com as fotos XXL acho (como muitos já sugeriram) que deveriam aumentar a informação que as acompanha. As estreias, críticas e Zoom estão bons, mas, a antevisão deveria ter mais conteúdo, tal como alguns dos especiais (Ex: 75 anos 20th Century Fox)e que os breves poderiam ter mais informações.

Já agora! Se desde Março, quando saiu a Premiere renovada, já receberam tantas propostas, algumas muito boas, porque não as adaptam a este novo formato de revista, alguma informação a mais não faz mal a ninguém principalmente quando se fala em ganhar ou perder clientes que têm sido tão fiéis à revista, mas cuja paciência está a acabar ou já acabou?

Gostaria que a Premiere de Junho fosse uma renovação destas ovas edições, podem ter a certeza que ganhariam muitos mais 3€.

«Espero que oiçam os leitores.»

18 de maio de 2010 às 19:48  
Anonymous José Ferreira said...

Quero aqui registar o desprezo da editora em relação aos assinantes, pois recebo a revista em casa vários dias depois de a ver nas bancas. Não devia ser ao contrário!

Que falta dos "Dias de Criswell"...

28 de maio de 2010 às 19:33  
Anonymous Anónimo said...

Foi a última Premiere que comprei. Desculpem ser tão crítico, mas identifico-me com as sugestões já várias vezes repetidas por outros leitores e não vi nenhuma melhoria ou esforço para melhorar a revista.

Ou a Premiere tem um enorme grupo de seguidores que se encontra contente com o novo formato e os utilizadores que acedem a este site são uma minoria descontente e como não se pode agradar a Gregos e Troianos, a equipa da Premiere opta por manter (e bem)a sua estatégia; ou prevejo que daqui a 3 meses não têm leitores.

Cumprimentos,

2 de junho de 2010 às 09:08  
Blogger Manuel Antonio said...

A revista saiu novamente no dia 5, neste caso do mês de Junho. Já são dois meses seguidos. É bom. É também a única melhoria visivel da revista, já que quanto aos resto está igualzinha à de Março. Não a comprei, mas sentei-me na FNAC a lê-la (seguindo a sugestão de um dos outros comentadores). Desilusão completa: o figurino gráfico é o mesmo (imagens a ocupar duas páginas, com uma caixa de legenda minúscula), os destaques estão atrasados em relação à actualidade cinematográfica (fazer uma reportagem daquele tamanho sobre o Principe da Pérsia semana e meia depois do filme estrear, e de toda a gente o ter visto? Ainda por cima, limitaram-se a reproduzir, por escrito, as mesmas reportagens já vistas no programa do Mário Augusto, na RTP. Continuem assim, estão no bom caminho...para a falência!), as criticas continuam muito fracas, etc, etc, etc. Disse no mês passado que não voltaria a comprar a Premiere. Depois do que vi este mês, só posso concluir que tomei a decisão certa. Esta revista não vale os €3 que custa.
p.s: Mais alguém acha curioso que este mês não tenha sido publicada nesta blogue a capa da revista de Junho? Será por causa das (muitas) criticas que os n.ºs anteriores mereceram? Food for thought...
Manuel Nogueira

9 de junho de 2010 às 19:36  
Blogger Manuel Antonio said...

Já agora, só por curiosidade: quando peguei na revista de Junho para ler, ainda existiam para venda uns bons 10 exemplares da de Maio. Isto no dia 5 de Junho. Os senhores da actual direcção da Premiere deviam ponderar bem este facto, é bastante revelador.
Manuel Nogueira.

9 de junho de 2010 às 19:42  

Enviar um comentário

<< Home

Menu Principal

Home
Visitantes
Website Hit Counters

CONTACTO

deuxieme.blog@gmail.com

Links

Descritivo

"O blogue de cinema"

  • Estreias e filmes em exibição
  • Próximas Estreias
  • Arquivos

    Outubro 2006 Novembro 2006 Dezembro 2006 Janeiro 2007 Fevereiro 2007 Março 2007 Abril 2007 Maio 2007 Junho 2007 Julho 2007 Agosto 2007 Setembro 2007 Outubro 2007 Novembro 2007 Dezembro 2007 Janeiro 2008 Fevereiro 2008 Março 2008 Abril 2008 Maio 2008 Junho 2008 Julho 2008 Agosto 2008 Setembro 2008 Outubro 2008 Novembro 2008 Dezembro 2008 Janeiro 2009 Fevereiro 2009 Março 2009 Abril 2009 Maio 2009 Junho 2009 Julho 2009 Agosto 2009 Setembro 2009 Outubro 2009 Novembro 2009 Janeiro 2010 Fevereiro 2010 Março 2010 Abril 2010 Maio 2010 Junho 2010 Julho 2010 Setembro 2010 Outubro 2010 Novembro 2010 Dezembro 2010 Janeiro 2011 Fevereiro 2011

    Powered By





     
    CANTINHOS A VISITAR
  • Premiere.Com
  • Sound + Vision
  • Cinema2000
  • CineCartaz Público
  • CineDoc
  • IMDB
  • MovieWeb
  • EMPIRE
  • AllMovieGuide
  • /Film
  • Ain't It Cool News
  • Movies.Com
  • Variety
  • Senses of Cinema
  • Hollywood.Com
  • AFI
  • Criterion Collection