Deuxieme


quarta-feira, janeiro 30, 2008

Chegadas e partidas.

A vida é feita destas coisas. Chegar e partir. Já dizia o outro que, onde quer que estejamos, temos sempre de ir para algum lado. E, quando chegamos lá, mais cedo ou mais tarde, é certo que teremos de nos ir embora. No fundo, a vida é feita de ires. Muito bem, com a contextualização feita, é tempo de falarmos de dois projectos, um, porque chegou mais alguém, outro, porque alguém resolveu bater com a portar e sair.

Comecemos então por aquele que dá conta da chegada, Public Enemies, o filme de Michael Mann, já aqui abordado devido ao elenco promissor. Depois de Depp e Bale, rumores indicam que John Ortiz, o secundário de luxo em filmes como Miami Vice (2006), Antes Que Anoiteça (2000) e Narc (2002) estará também presente no próximo trabalho de Mann, ao lado da outra mais recente aquisição, Marion Cotillard, a Edith Piaf de La Vie en Rose. Cotillard desempenhará o papel de Billie Frechette, a cara-metade de John Dillinger (Johnny Depp), um dos gangsters mais influentes nos anos 30. Para além destes dois, também já assinaram o livro de ponto Channing Tatum (Step Up), Giovanni Ribisi (A Rapariga Morta) e Stephen Dorff (Cecil B. DeMented). Ou seja, isto continua a aquecer. Acima de tudo por haver uma dúvida que paira no ar: Quando surgir o primeiro teaser, quantos actores é que aparecerão com a designação Academy Award Nominee, e quantos é que aparecerão com Academy Award Winner? Dois, um, nenhum, quem sabe?

Do lado oposto, daqueles que se vão embora, está The Wolf Man, que hoje é noticia pelo abandono do seu realizador, Mark Romanek (Câmara Indiscreta, 2002). O filme, que conta com as participações de Benicio Del Toro e Anthony Hopkins, será um remake do clássico O Homem Lobo (1941), de George Waggner, e com Lon Chaney Jr. no principal papel. Sendo assim, o projecto está, como se costuma dizer, up for grabs. Não que se procurem voluntários, obviamente, no entanto, parece que reina a confusão para os lados da Universal Pictures, que não contava muito com esta jogada do cineasta. Diz-se, por terras de Hollywood, que Romanek queria um orçamento maior. Agora, o estúdio que se amanhe. O curioso no meio disto tudo, é que já deu para conhecer um pouco melhor as agendas de alguns senhores que rejeitaram a primeira proposta para ocupar a cadeira de realizador. O AICN diz-nos que Matt Reeves não pode ser porque estará a trabalhar não só em Cloverfiel 2, como noutro projecto de J.J. Abrams, Invisible Woman. Fala-se também de Breck Eisner, filho do mais conhecido com o mesmo apelido, que até agora apenas realizou Sahara (2005). Afiguram-se dias nublados para esta pré-produção. Muito dificilmente a rodagem começará no próximo dia 18 de Fevereiro.

Alvy Singer

Etiquetas: ,

Menu Principal

Home
Visitantes
Website Hit Counters

CONTACTO

deuxieme.blog@gmail.com

Links

Descritivo

"O blogue de cinema"

  • Estreias e filmes em exibição
  • Próximas Estreias
  • Arquivos

    Outubro 2006 Novembro 2006 Dezembro 2006 Janeiro 2007 Fevereiro 2007 Março 2007 Abril 2007 Maio 2007 Junho 2007 Julho 2007 Agosto 2007 Setembro 2007 Outubro 2007 Novembro 2007 Dezembro 2007 Janeiro 2008 Fevereiro 2008 Março 2008 Abril 2008 Maio 2008 Junho 2008 Julho 2008 Agosto 2008 Setembro 2008 Outubro 2008 Novembro 2008 Dezembro 2008 Janeiro 2009 Fevereiro 2009 Março 2009 Abril 2009 Maio 2009 Junho 2009 Julho 2009 Agosto 2009 Setembro 2009 Outubro 2009 Novembro 2009 Janeiro 2010 Fevereiro 2010 Março 2010 Abril 2010 Maio 2010 Junho 2010 Julho 2010 Setembro 2010 Outubro 2010 Novembro 2010 Dezembro 2010 Janeiro 2011 Fevereiro 2011

    Powered By





     
    CANTINHOS A VISITAR
  • Premiere.Com
  • Sound + Vision
  • Cinema2000
  • CineCartaz Público
  • CineDoc
  • IMDB
  • MovieWeb
  • EMPIRE
  • AllMovieGuide
  • /Film
  • Ain't It Cool News
  • Movies.Com
  • Variety
  • Senses of Cinema
  • Hollywood.Com
  • AFI
  • Criterion Collection