Deuxieme


quinta-feira, janeiro 15, 2009

Audrey antes de Chanel.

Porque num post mais abaixo se fala de Christopher Hampton, guionista responsável pela nova adaptação da obra de John Steinbeck, East of Eden, olhemos para um dos próximos projectos do argumentista – aqui acompanhado por mais três escribas. Adaptação do romance de Edmonde Charles-Roux, e realizado por Anne Fontaine (Entre ses Mains), Coco Avant Chanel será uma das grandes apostas do Cinema francês para 2009. Baseado na vida da reconhecida estilista francesa, o filme promete não centrar-se somente na vida faustosa de Chanel, após esta ter alcançado fama e sucesso mundial, mas também visitar os primeiros capítulos mais negros da sua existência épica. Uma vida que viria a mudar radicalmente aos vinte anos, quando a jovem que trabalhava em part-time numa loja de roupa conhece o aristocrata Étienne Balsan, no filme interpretado pelo actor Benoît Poelvoorde. Qual príncipe saído dum conto de fadas que transformou Chanel numa cavaleira eximia, cantora, e sua amante. A partir daí, não mais pararia. Resta dizer que, na tela, Audrey Tatou – que será o novo rosto das campanhas Chanel No.5, substituindo Nicole Kidman – encarnará a heroína. Depois de vermos o que aconteceu o ano passado a Marion Cottilard (La Vie en Rose), o Kodak Theater é o limite. Apesar de conhecida por qualquer cinéfilo que se preze, este título poderá catapultar a actriz definitivamente para outra liga. Porque este é daqueles filmes que definem uma carreira, e Tatou está prestes a ter a sua prova de fogo. Adoramos estes tons fatalistas.

Bruno Ramos

Etiquetas: ,

1 Comments:

Anonymous Rita said...

Concordo plenamente com tudo o que foi escrito. A Audrey Tautou está prestes a mudar de "patamar", mas no entanto, como foi já dito, para cinéfilos ela não necessita de reafirmar o seu talento.


Em relação à revista gostava só de fazer duas sugestões.
A primeira é, que em relação às críticas, na parte das informações sobre o filme (realização, actores, etc) se pusesse também os argumentistas. A Premiere já fez um artigo sobre vários argumentistas talentosos e acho que eles merecem o reconhecimento, mesmo que seja pequenino. No fim de contas, não havia filme sem o argumento.

A segunda é só dizer que apesar de se reparar vários progressos em relação à revista, acho que a Premiere deixa muitos eventos e datas em branco. Como por exemplo, no Natal (e pelo menos que me lembre) não vi nada sobre filmes de Natal ou algo do género. Também datas de aniversários ou mortes de alguns actores, directores e argumentistas também são ignoradas (não peço que façam um artigo sobre todos eles, isso era impossível obviamente, mas há alguns nomes que merecem).

Continuem com o bom trabalho!
Obrigada


E dois ultimos pedidos, tragam-nos Woody Allen em grande e os clássicos (50's 60's) que fizeram o cinema o que é hoje!

15 de janeiro de 2009 às 15:17  

Enviar um comentário

<< Home

Menu Principal

Home
Visitantes
Website Hit Counters

CONTACTO

deuxieme.blog@gmail.com

Links

Descritivo

"O blogue de cinema"

  • Estreias e filmes em exibição
  • Próximas Estreias
  • Arquivos

    Outubro 2006 Novembro 2006 Dezembro 2006 Janeiro 2007 Fevereiro 2007 Março 2007 Abril 2007 Maio 2007 Junho 2007 Julho 2007 Agosto 2007 Setembro 2007 Outubro 2007 Novembro 2007 Dezembro 2007 Janeiro 2008 Fevereiro 2008 Março 2008 Abril 2008 Maio 2008 Junho 2008 Julho 2008 Agosto 2008 Setembro 2008 Outubro 2008 Novembro 2008 Dezembro 2008 Janeiro 2009 Fevereiro 2009 Março 2009 Abril 2009 Maio 2009 Junho 2009 Julho 2009 Agosto 2009 Setembro 2009 Outubro 2009 Novembro 2009 Janeiro 2010 Fevereiro 2010 Março 2010 Abril 2010 Maio 2010 Junho 2010 Julho 2010 Setembro 2010 Outubro 2010 Novembro 2010 Dezembro 2010 Janeiro 2011 Fevereiro 2011

    Powered By





     
    CANTINHOS A VISITAR
  • Premiere.Com
  • Sound + Vision
  • Cinema2000
  • CineCartaz Público
  • CineDoc
  • IMDB
  • MovieWeb
  • EMPIRE
  • AllMovieGuide
  • /Film
  • Ain't It Cool News
  • Movies.Com
  • Variety
  • Senses of Cinema
  • Hollywood.Com
  • AFI
  • Criterion Collection