Deuxieme


quinta-feira, fevereiro 26, 2009

Fontes de inspiração.

Ontem, escrevemos neste espaço.

Com a vitória de Penélope Cruz, Woody Allen juntou-se ao grupo de realizadores, composto por Martin Scorsese, John Ford, Clint Eastwood, e George Cukor, que dirigiram cinco actores a uma vitória nas categorias de interpretação nos Oscars. À frente destes, apenas Fred Zinnemann (6), Elia Kazan (9), e William Wyler (13)”.

Errado. Nesse grupo, já Woody Allen estava. Depois de 22 de Fevereiro, o realizador juntou-se sim, a Fred Zinnemann. Fica feita a emenda. Agora, não é só isso que nos traz aqui. Uma dúvida se nos colocou durante o dia de hoje. Ao passarmos os olhos por outros sites e blogs que noticiavam o recrutamento de Freida Pinto e Naomi Watts para o próximo filme de Allen, não pudemos deixar de reparar que musa foi o termo preferido para colocar na manchete. Agora, porque é que quando se trata de Woody Allen e a sua actriz, musa é uma palavra que sai com tanta facilidade? Pura retórica. Ou talvez não. Woody Allen conduziu seis actores ao Oscar. Apenas um é do sexo masculino, Michael Caine (Hannah and Her Sisters). As outras cinco foram Diane Keaton (Annie Hall), Dianne Wiest (Hannah and Her Sisters, Bullets Over Broadway), Mira Sorvino (Mighty Aphrodite), e Penélope Cruz (Vicky Cristina Barcelona). Cinco dos seus filmes contêm o nome de uma personagem feminina, Annie Hall (1977), Hannah and Her Sisters (1986), Alice (1990), Melinda and Melinda (2004), e Cassandra’s Dream (2006), e outros dois fazem clara alusão, Another Woman (1988) e Mighty Aphrodite (1995). Allen é um cineasta que escreve papéis femininos como poucos, e poucas deverão ser as actrizes que lhe passaram pelas mãos e hoje desejavam não o ter feito. Pelo contrário. No entanto, parece-nos precipitado dizer que Freida Pinto ou Naomi Watts são as próximas musas de Allen. Nem mesmo Scarlett Johansson ainda pode ser considerada como tal. E, de cada vez que nos lembramos que Kate Winslet foi a primeira escolha para Match Point, e abandonou o projecto à última da hora. Cala-te boca.

Alvy Singer

Etiquetas: , , ,

6 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Sei que o comentário não está relacionado com o post mas só agora tive oportunidade de o fazer e por isso as minhas desculpas mas não o podia deixar de fazer.
Aproveitei as férias de Carnaval, para ver pela primeira vez uma emissão completa dos Oscar e não é que durante as 3 horas (?) em que estive em frente à televisão vi mais anúncios do que em toda a minha vida??? Sabendo que estava com a TVI sintonizada, sabia que tinha de dar um desconto mas o que se passou ali foi pura chacota com o espectador! Ainda por cima era sempre a mesma porcaria de anúncio...Às tantas não sabia se estava a ver os Oscar com uns intervalos pelo meio ou se estava a ver simplesmente publicidade em que de vez em quando apareciam actores de hollywood. Para o ano penso duas vezes antes de ver os Oscar na televisão. Peço desculpa pelo desabafo.

26 de fevereiro de 2009 às 01:36  
Blogger Brown-eyed Girl said...

Os intervalos são muito aborrecidos, mas penso que não são responsabilidade da TVI...
E nem houve assim tanta publicidade, muitas das vezes estavam apenas a passar clips de filmes.
Acho que aí não há muito a fazer...

26 de fevereiro de 2009 às 10:30  
Anonymous Paulo said...

Ve se mesmo q este anonimo nunca tinha visto uma cerimonia dos Oscares... E os intervalos nao sao da responsabilidade da tvi. O programa é em directo de LA e as pausas ja vêm pre-estabelecidas pelo canal americano responsavel pela transmissão. Se este anonimo pensasse um bocado via que as pausas nao podiam ser da responsabilidade da tvi, se não havia um desfazamento na visualização da cerimónia!!!!!

No entanto, a meu ver, valeu bastante a pena a espera, que não era assim tão demorada!

26 de fevereiro de 2009 às 14:23  
Blogger Needle said...

E agora algo completamente diferente... Isto é mesmo sobre o post.
Quer-me parecer que afinal o número de filmes do Woody com nomes de mulheres não é 5 mas 6... o próprio Vicky Cristina Barcelona também conta para a estatística, certo? Só para mostrar que estou atenta ao que se escreve! E pronto, admito que talvez seja picuínhas... LOL

26 de fevereiro de 2009 às 20:18  
Anonymous Ricardo Silva said...

A talhe de foice:
Fui surpreendido no dia a seguir aos Óscares que aqui no Porto no Rivoli tinham acompanhado a cerimónia de inicio ao fim.
Porque razão não avisaram antes que isso ia acontecer??.Sei que foi porque havia o Fantasporto mas não sei se é assim todos os anos ou se foi só este ano.

27 de fevereiro de 2009 às 13:58  
Anonymous César said...

Uma coisa que eu também tenho notado, é que algumas das grandes musas de inspiraçao woodiana acabam por cair no esquecimento pouco depois... Mira Sorvino... alguem se lembra dela? E pensar que foi das que levou o Oscar (pouco merecido, mas enfim... este ano aconteceu o mesmo) e depois nao voltamos a ve-la em papéis relevantes... a propria Diane Keaton, que se foi apagando com os anos, ou Dianne Wiest que, apesar dos 2 oscars ganhos por dois filmes de Allen, também áo se conseguiu manter de forma regular. Ah, e nao falemos de Scarlett Johansen, porque essa nem deveria merecer o estatuto de actriz...

28 de fevereiro de 2009 às 17:34  

Enviar um comentário

<< Home

Menu Principal

Home
Visitantes
Website Hit Counters

CONTACTO

deuxieme.blog@gmail.com

Links

Descritivo

"O blogue de cinema"

  • Estreias e filmes em exibição
  • Próximas Estreias
  • Arquivos

    Outubro 2006 Novembro 2006 Dezembro 2006 Janeiro 2007 Fevereiro 2007 Março 2007 Abril 2007 Maio 2007 Junho 2007 Julho 2007 Agosto 2007 Setembro 2007 Outubro 2007 Novembro 2007 Dezembro 2007 Janeiro 2008 Fevereiro 2008 Março 2008 Abril 2008 Maio 2008 Junho 2008 Julho 2008 Agosto 2008 Setembro 2008 Outubro 2008 Novembro 2008 Dezembro 2008 Janeiro 2009 Fevereiro 2009 Março 2009 Abril 2009 Maio 2009 Junho 2009 Julho 2009 Agosto 2009 Setembro 2009 Outubro 2009 Novembro 2009 Janeiro 2010 Fevereiro 2010 Março 2010 Abril 2010 Maio 2010 Junho 2010 Julho 2010 Setembro 2010 Outubro 2010 Novembro 2010 Dezembro 2010 Janeiro 2011 Fevereiro 2011

    Powered By





     
    CANTINHOS A VISITAR
  • Premiere.Com
  • Sound + Vision
  • Cinema2000
  • CineCartaz Público
  • CineDoc
  • IMDB
  • MovieWeb
  • EMPIRE
  • AllMovieGuide
  • /Film
  • Ain't It Cool News
  • Movies.Com
  • Variety
  • Senses of Cinema
  • Hollywood.Com
  • AFI
  • Criterion Collection