Deuxieme


sábado, janeiro 31, 2009

Quando a rodagem deste filme terminou, ainda não existia Technicolor.

Photobucket

Há filmes que têm um parto difícil, e só parecem lá ir de cesariana. Crossing Over é um deles. As primeiras informações sobre uma data de lançamento, avançadas pela USA Today, diziam que o filme de Wayne Kramer deveria chegar às salas norte-americanas em Novembro de 2007. Mas, não foi isso que aconteceu. Harvey Weinstein e a sua produtora vieram, posteriormente, a terreno, assegurar que a estreia seria a 22 de Agosto. E, assim ficámos, à espera que o filme saísse sob o sol quente de Verão. Mas, não foi isso que aconteceu. Harvey Weinstein e a sua produtora vieram, posteriormente, a terreno, assegurar que a estreia seria a 24 de Outubro. E, assim ficámos, à espera que o filme saísse sob o sol frio de Outono. Mas, não foi isso que aconteceu. Harvey Weinstein e a sua produtora vieram, posteriormente, a terreno, assegurar que a estreia passaria para 2009. No inicio, sem uma data definida. Agora, parece que será 27 de Fevereiro. Até quando esse dia se manterá, é uma incógnita. Até porque já circulam por aí rumores de que o lançamento pode ter sido adiado novamente para Agosto deste ano. Esperemos que isto não seja obra de engraçadinhos, sem nada de verdadeiramente útil para ocupar o tempo.

Agora, caramba, será assim tão complicado fazer com que um filme com Harrison Ford, Ashley Judd e Ray Liotta chegue às salas? Já vimos este título com melhor cara. O LA Times chegou a considerá-lo um dos dez mais antecipados de 2008. Houve até quem já lhe chamasse Crash 2. No entanto, após tanta indefinição, é inevitável não suspeitar de que o embrulho pode esconder um embuste de todo o tamanho. E, a história com Sean Penn, cheira mal como tudo. Por enquanto, vamos acreditando que esta é uma obra com potencial. Os actores envolvidos têm créditos firmados, os produtores já nos deram películas memoráveis, e o plot parece ter pernas para andar. Realizado por Wayne Kramer (The Cooler, 2003), o filme conta com um elenco catita: Harrison Ford, Ray Liotta, Ashley Judd, e Alice Braga. O enredo, aparentemente em estilo mosaico, segue diferentes imigrantes à procura de um visto para viver nos Estados Unidos. Documentando as dificuldades de tal processo, o filme explora o atravessar da fronteira, fraudes administrativas, naturalização, trabalho forçado, gabinetes contra-terrorismo e o choque entre culturas.

Choque esse que já começou, fora do grande ecrã, quando Trita Parsi, presidente do National Iranian American Council, manifestou preocupação relativamente à imagem dos imigrantes nativos do seu país que o filme poderia passar. Resultado, pequenas alterações no argumento. Algumas reuniões foram suficientes. Os irmãos Weinstein respiraram fundo. Em jeito de curiosidade, referir apenas que este é o regresso de Wayne Kramer a este tema. Em 1996, já tinha abordado o problema da imigração numa curta-metragem com o mesmo título. Contudo, mais importante que tudo isso, a determinada altura, Sean Penn esteve associado ao projecto. A razão que motivou o seu abandono foi simples. Penn não gostou da maneira como um iraniano foi caracterizado no filme, depois de ter assassinado a própria irmã, num ‘homicídio de honra’. Parece que Penn pediu que as suas cenas, que também não duravam mais do que dez minutos, fossem retiradas. Num primeiro momento, toda a gente rejeitou. E, todos tiveram direito a um final cut, para ver se a coisa ficava com um ar apresentável. Kramer, Harvey Weinstein, Frank Marshall, e até Harrison Ford, entraram na sala de montagem, à vez, para editar o filme. No final, disseram qualquer coisa como "Dane-se mas é o Penn". E, assim desapareceu o actor do filme. O Hollywood Elsewhere abordou este tema em Novembro. Enfim, hoje ficámos a conhecer o poster. O trailer, mais abaixo, já tinha aberto o apetite. No entanto, após tanta confusão e tantos adiamentos, gostávamos de permanecer tolerantes, mas começa a ser complicado. O filme ainda não chegou, e já estamos com vontade de lhe dar um açoite. A ver se ele se porta bem daqui para a frente.

Bruno Ramos

Etiquetas: , , , ,

Menu Principal

Home
Visitantes
Website Hit Counters

CONTACTO

deuxieme.blog@gmail.com

Links

Descritivo

"O blogue de cinema"

  • Estreias e filmes em exibição
  • Próximas Estreias
  • Arquivos

    Outubro 2006 Novembro 2006 Dezembro 2006 Janeiro 2007 Fevereiro 2007 Março 2007 Abril 2007 Maio 2007 Junho 2007 Julho 2007 Agosto 2007 Setembro 2007 Outubro 2007 Novembro 2007 Dezembro 2007 Janeiro 2008 Fevereiro 2008 Março 2008 Abril 2008 Maio 2008 Junho 2008 Julho 2008 Agosto 2008 Setembro 2008 Outubro 2008 Novembro 2008 Dezembro 2008 Janeiro 2009 Fevereiro 2009 Março 2009 Abril 2009 Maio 2009 Junho 2009 Julho 2009 Agosto 2009 Setembro 2009 Outubro 2009 Novembro 2009 Janeiro 2010 Fevereiro 2010 Março 2010 Abril 2010 Maio 2010 Junho 2010 Julho 2010 Setembro 2010 Outubro 2010 Novembro 2010 Dezembro 2010 Janeiro 2011 Fevereiro 2011

    Powered By





     
    CANTINHOS A VISITAR
  • Premiere.Com
  • Sound + Vision
  • Cinema2000
  • CineCartaz Público
  • CineDoc
  • IMDB
  • MovieWeb
  • EMPIRE
  • AllMovieGuide
  • /Film
  • Ain't It Cool News
  • Movies.Com
  • Variety
  • Senses of Cinema
  • Hollywood.Com
  • AFI
  • Criterion Collection